Incendiário

by Levante

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
04:02
2.
02:40
3.
04:00
4.
04:36
5.
6.

credits

released November 8, 2016

tags

license

all rights reserved

about

Levante Salvador, Brazil

Em setembro de 2013, a população foi às ruas demonstrando sua revolta e descontentamentos diante do sistema político ultrapassado do País, nasceu a banda Levante! com a intenção de questionar os conceitos impostos à sociedade e propor, diante da agressividade, da indiferença e da apatia cotidianas, atitudes de amor, mudança de pensamento e de comportamento. ... more

contact / help

Contact Levante

Streaming and
Download help

Track Name: Manifesto
No meio do engarrafamento que trava minha cidade
A minha rima me acalma, mantém minha sanidade
Não compro gato por lebre, eu só gosto do que é bom
Sempre qualidade na mente ou no som
A vontade de cantar vem desde que eu me lembro
Campo Grande, primavera, olha a safra de setembro
Combatendo a apatia e a preguiça de pensar
Duvidar dessas certezas, tamo aqui pra questionar
Partilhar concepções, experiências de vida
Levante a cabeça e sua voz será ouvida

Levante pra lutar
Levante para dançar
Levante e faça sua parte chegando para somar

Honrando os mais antigos me sinto fortalecido
Respeito a quem veio antes, já que neles me inspiro
De rolé no Pérola ou andando a pé
Sempre com camarada, não ando com mané
Afinidades em influências e visão de mundo
Rage, Planet Hemp, O Rappa, Raimundos
Se eu for falar de todos, o espaço fica pequeno
A Lírica Bereta metralhando no veneno
Nota 5, sem alarde, mestre Criolo ensinou
Pode crer que um velho sábio também foi meu professor
Legítimo integrante da boemia baiana
Luizinho Selebeco segue vivo em minhas entranhas
Revolução é amor, disseram Cristo e Che Guevara
A vontade de transformar é contínua, não para
“A música é o Altíssimo”, livra da mágoa e da dor
Esse é o Levante brotando em Salvador!

Levante pra lutar
Levante para dançar
Levante e faça sua parte chegando para somar
Track Name: Molotov
Discurso incendiário
Pensamento libertário
Incomodando o otário
Que ainda se esconde no armário

Ouço de um, falo pra dez, falo pra mil
Multiplico a revolta
Com a miséria à nossa volta
Com a imbecilidade que ainda reina no Brasil
A sangria nas “veias abertas” não estanca
Mais de 500 anos sob o comando dessa banca

Empreiteiras e empresas de transporte
Governam a cidade enquanto enchem a caixa forte
Estádio “padrão FIFA” pra fazer Copa do Mundo
E a Saúde e Educação? Como sempre, não há fundos!

A nossa guerra é o progresso da nação
Molotov sonoro espalhando revolução

A mídia manipula estatísticas
Desacreditando a atividade jornalística
A Veja mente, a Globo mente e aliena o dia inteiro
E em Brasília, raposas tomam conta do galinheiro

Corrupção é a regra do sistema
Se a gente vai pra a rua ou pro conselho popular, é um problema
Mas não esqueço o rock ‘n’ roll que gritava no meu som:
“Sua raiva é um dom!”
Dizia Zack de La Rocha
Então vê se não debocha
Salvador, 2013, eu e meus parceiros sempre em cima
Levante no mic é fogo e gasolina!

A nossa guerra é o progresso da nação
Molotov sonoro espalhando revolução
Track Name: DharmaChakra
Se o mic tá na minha mão, então o assunto é sério
Responsa com o que fala, é preciso critério
Tem que manter a concentração ao longo da jornada
Tem que mandar ideia xeque pra essa molecada

Não é por hipocrisia, nem pra manter aparência
É tipo martelo e bigorna forjando uma consciência
Cósmica, coletiva e espiritual
Do micro para o macro a passagem é gradual

Mudar comportamentos vendo a todos como iguais
Se amando e respeitando, a consequência é a paz
Fazendo mal ao outro quem mais perde é você
“Conhece-te a ti mesmo”, observe o proceder

Enfrente seus fantasmas, vá fazer terapia
Beber, cheirar, fumar, só encurta a estadia
É dentro de você que mora a satisfação
Pode aumentar o som, Levante segue na missão

O Dharmachakra é para escutar
O Dharmachakra é para praticar
É o caminho da iluminação
Sua conduta precisa de atenção

Como Criolo, a gente aqui pregando a paz
E os grandes traficantes posam de bom rapaz
Black Alien já disse, quem tá no erro, tá ligado
Meia ton de pó no helicóptero do deputado!

Mas a PF se apressa em absolver o Perrella
Que fornece o combustível que dizima a favela
Homegrown indo em cana, veja a dissimulação
Mujica já mostrou, legalizar é a solução

Se você usa ou não usa, não tenho nada com isso
Legalizar é muito mais, é apenas o início
Tira o estereótipo do favelado bandido
O negócio vai ser na loja, produto garantido

Sem guerra à favela, meu povo vai viver
Regando os lírios do gueto, Beethovens vão florescer
Escola de qualidade, da creche ao Ensino Médio
Dignidade ao professor, não tem outro remédio
Track Name: Ssanidade
Manter a sanidade é o desafio
Bem e mal, vida e morte, tudo sempre por um fio
Levante e junte-se a nós em nossa andança
Pensamento e ação, nós somos a mudança

Nascido e criado em meio ao fogo cruzado
Salvador é a cidade, Bahia é o estado
Ano 2014, século XXI
Correndo tanto tanto e chegando a lugar nenhum
Tanto concreto e fumaça, cenário enlouquecedor
Tensão de sol a sol em Babilônia Salvador
A paisagem é bela, mas mal dá pra admirar
Num flash o jogo muda, então melhor cê se ligar
Nem polícia, nem bandido, só mais um cidadão
Mas minha cara, raça e idade me botam em suspeição
Sem aflição, vamo em frente, correndo pelo certo
Radical como Morello eu digo armem os sem-teto!
Mas Bernardo me ensinou que o processo é lento
Medito enquanto navego no mar de asfalto e cimento
Não lamento, disso tudo veio a inspiração
Pra fazer desse meu canto um grito de transformação

Meu som é compromisso, milito por minha causa
Vida extra aqui não tem e nem botão de pausa
Não quero inventar nada, respeito quem veio antes
Planet Hemp já ensinou e eu digo: não compre, plante!
Tem que mudar essa lei, favorecer a população
Sem extermínio ao povo negro, é o fim da guerra, mermão
Quem já fuma, cultiva, quem precisa, se trata
Abaixo a hipocrisia que a periferia mata
O engravatado trafica de helicóptero o pó
E o moleque sem estudo é que leva a pior
Tô ligado na sua, é que nem aquela sigla
Diz que é democrata, mas no fundo é um genocida
Conta os corpos e enche os cofres, posa de bom cristão
Mas trago o antídoto a sua manipulação
Conexão favela e orla, digo pra você
Levante traz a esperança de um novo alvorecer

Keep the sanity is our defy
In this concrete jungle wich oppresses I’n’I
For me there’s no kidding if the mic is in my hand
Don’t be stupid, pay attention to Salvador new trend
Levante from Brazil spreading revolution
We spit the bad pill and work for contribution
Cooperation between nations, no boundaries or frontiers
Love and teach another, we are no pioneers

Manter a sanidade é o desafio
Bem e mal, vida e morte, tudo sempre por um fio
Levante e junte-se a nós em nossa andança
Pensamento e ação, nós somos a mudança
Track Name: Procedimento Padrão
Feitores fardados, não aceitam questionamento
Não importa quem cê seja, ali é só “o elemento”
Que direito cê tem de cheirar minha mão?
Que direito você tem de me mandar cuspir no chão?
Não defendo a violência, mas veja o nosso lado
A pior das violências quem opera é o Estado
Omisso, nos entrega desde sempre à própria sorte
Pra muitos o destino só reserva é a morte
Creche, escola, saúde? Não existe!
Pra nós só tem polícia, ditadura aqui persiste
É a nossa juventude que morre todo dia
Enquanto a classe média acredita em democracia
Azul ou vermelho, para nós não muda nada
O poder aqui pertence a quem tem conta recheada
Cidadania evapora diante de uma farda
E o meu sangue derrama com mais uma chibatada

Como é que eu posso me explicar, seu soldado?
Se desde lá de cima o senhor já me julgou culpado
Me fala o que é que eu tenho que explicar pro senhor
Se a culpa que eu carrego aos seus olhos é minha cor

Feitores fardados, não aceitam questionamento
Não importa quem cê seja, ali é só “o elemento”
Que direito cê tem de cheirar minha mão?
Que direito você tem de me mandar cuspir no chão?
Não defendo a violência, mas veja o nosso lado
A pior das violências quem opera é o Estado
Omisso, nos entrega desde sempre à própria sorte
Pra muitos o destino só reserva é a morte
Creche, escola, saúde? Não existe!
Pra nós só tem polícia, ditadura aqui persiste
É a nossa juventude que morre todo dia
Enquanto a classe média acredita em democracia
Azul ou vermelho, para nós não muda nada
O poder aqui pertence a quem tem conta recheada
Cidadania evapora diante de uma farda
E o meu sangue derrama com mais uma chibatada

Como é que eu posso me explicar, seu soldado?
Se desde lá de cima o senhor já me julgou culpado
Me fala o que é que eu tenho que explicar pro senhor
Se a culpa que eu carrego aos seus olhos é minha cor

Brasil, 2024
Polícia só civil, militar virou passado
Drogas legalizadas, o fim da guerra chegou
Respeito e segurança ao cidadão trabalhador
Imposto aplicado em saúde e educação
E aí nosso país começa a ser uma Nação...

Como é que eu posso me explicar, seu soldado?
Se desde lá de cima o senhor já me julgou culpado
Me fala o que é que eu tenho que explicar pro senhor
Se a culpa que eu carrego aos seus olhos é minha cor
Track Name: Guerreiros Da Paz
Peço licença a vocês, agradecendo a atenção
Eu sei que o tempo anda escasso pr’essa nossa geração
É que aconteceu que nos revezes da vida
A música me apareceu como instrumento pra poder falar da minha lida

Venho com meus parceiros, deixa eu falar pro senhor
Somos Levante, da nova safra de Salvador
Não sou menestrel de nada, nem falo aqui por ninguém
Ensino o que aprendo, sampleio atitudes e ideias pautadas no Bem

Só cola sangue-bom na minha companhia
Comédia, otário e traíra não quebra minha guia
Fica de historinha me chamando pro seu jogo?
Se eu libero o ódio, a lava se espalha, eu pergunto, cê pode com fogo?

Por isso eu sigo o caminho lutando pela paz
Com Oxaguiã, Odé, Xangô e uma tropa mais
Sempre caminhos abertos por meu compadre Exu
Nessa encruza Bahia nasceu o Levante em 13, o ano de Ogum
De Ogum

Qualidade no som, cantando de coração
Levante semeia mudança pra colher transformação

Transformar velhos conceitos, isso é o que eu quero
Se tá junto, caminhe com a gente, não fique de lero-lero
Queremos nos agregar, devemos nos reunir
Sei que juntos brilhando acharemos na treva o caminho melhor a seguir

Viemos politizar, pra discutir o assunto
Porque no gueto a rotina é tá contando defunto
Chega de hipocrisia, fingir que não tá vendo
Quanto mais você finge, mais nossa moçada se perde e cai no veneno

Libertação é a meta, a chave pra todas as portas
Meu papo é reto, não gosto de ideias tortas
Devemos viver nossas vidas pensando no coletivo
Sem medo de ser quem tu és, Ponto já disse, “seja progressivo”

Não vem com preconceito, vou repetir pra você
Liberte sua mente e nada pode te vencer
Somos guerreiros de Jah, em nome de Adonai
Cantamos, queimamos, espalhamos a mensagem de Rastafar-I